Febraban ainda espera recuo de Serra

Reportagem de Guilherme Barros publicada no jornal Folha de S.Paulo em 25/mai/2008:

Segundo Marçal Justen Filho, advogado especialista em licitações de serviços bancários, a dispensa de concorrência pública no negócio pode ser alvo de contestação na Justiça.
Ele sustenta que os bancos oficiais não foram criados com o fim específico de atender o setor público, como no caso dos depósitos judiciais e das contas de servidores.

Clique aqui para ler a íntegra da reportagem no site da Folha de S.Paulo (acesso reservado a assinantes)



Assessora Juliane Erthal de Carvalho - juliane@justen.com.br

Justenfilho.com.br © Todos os direitos reservados a Marçal Justen Filho